Requerimento na CRA foi apresentado pelo senador Wellington Fagundes

 

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado Federal vai receber nesta quarta-feira, 21, o ministro da Agricultura, senador Blairo Maggi, para discutir os detalhes e os efeitos da Operação Carne Fraca, desencadeada na semana passada pela Polícia Federal, e que vem causando graves repercussões. O requerimento para presença do ministro é do senador Wellington Fagundes (PR-MT), líder do Bloco Moderador.

Originalmente, Maggi havia sido chamado para comparecer a Comissão de Agricultura para debater o tema Seguro Rural, cuja política pública havia sido relatada, em avaliação, pelo senador Wellington Fagundes. “Embora seja de grande relevância, o tema do momento não é Seguro Rural e sim essa operação que tem causado transtornos a vida nacional” – frisou o senador.

“É importante esse debate. Precisamos avaliar a extensão de tudo que está acontecendo. Inicialmente, com o ministro da Agricultura e posteriormente com outros ministros das áreas afetadas” – frisou o senador.

Em seu pronunciamento, Wellington alertou para a redução do numero de médicos veterinários na área da inspeção sanitária. Lembrou que havia convênios com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para reforço do quadro. Essa redução do número de médicos veterinários, segundo ele, termina por afetar o trabalho da inspeção. “Quero dizer ainda – acrescentou – que as indicações dos auditores e dos fiscais acontecem por meio de concurso público e não por indicação política” – esclareceu.

A reunião conjunta da Comissão de Agricultura e da Comissão de Assuntos Econômicos será realizada a partir das 14 horas, com transmissão ao vivo pela TV Senado.

SÉRIE DE AUDIÊNCIAS – Além de ouvir o ministro Blairo Maggi nesta quarta-feira, 21, o Senado fará uma série de audiências para tratar do tema Operação “Carne Fraca”. Serão convidados também a expor a questão o ministro da Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira, e o ministro da Justiça, Osmar Serraglio. Na reunião da CAE ficou aprovado ainda convite para que o diretor-geral da PF, Leandro Daiello, venha prestar esclarecimentos à comissão.

Estão previstos também debates com o ministro do Comércio Exterior, Marcos Pereira, também os dirigentes da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

Da assessoria