Ministro garante que criação da UFR será concluída

Ministro garante que criação da UFR será concluída

Weintraub também afirmou que MEC deve aprovar criação de curso de Medicina em Barra do Garças, já que cidade atende todas as exigências para instalação

O processo para efetiva instalação da tão sonhada Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e de outras cinco “novíssimas universidades” do país, será, por fim, concluído. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, garantiu nesta quarta-feira (25), as vagas de reitor e pró-reitor para as instituições – último passo para a consolidação da UFR, que já havia sido aprovada por lei e conta com recursos próprios – em valores garantidos por emendas do senador Wellington Fagundes (PL-MT) ao Orçamento.

Ao anunciar as vagas, o ministro Weintraub destacou o trabalho “incansável” do senador Wellington na busca pela interiorização do ensino superior no país. “ Havia umas vagas desaparecidas, mas ele lutou como um guerreiro […] e vai sair uma universidade nova para Mato Grosso, graças ao trabalho dele”, anunciou o ministro.

Fagundes afirmou que, por ser um país de grande potencial, o Brasil carece de educação “para viver a transformação que se precisa”. Ele disse que a notícia é boa justamente por representar “muita geração de emprego e oportunidades principalmente para a juventude brasileira”. 

A UFR já possui 19 cursos de graduação para atender Rondonópolis e região: Pedagogia, História, Matemática, Geografia, Ciências Biológicas, Ciências Econômicas, Medicina, Sistemas de Informação, Letras (com Habilitação em Português e em Inglês), Ciências Contábeis, Biblioteconomia, Licenciatura em Informática, Zootecnia, Psicologia, Enfermagem, Engenharia Mecânica, Engenharia Agrícola e Ambiental, e Administração (modalidade EAD).

As demais universidades, que serão consolidadas, são as de Garanhuns (PE), Catalão (Goiás), Jataí (Goiás), Delta do Parnaíba (Piauí) e Norte do Tocantins (Tocantins).

MEDICINA EM BARRA DO GARÇAS – Ainda na audiência, o ministro anunciou a possibilidade de abertura de um curso de medicina na cidade de Barra do Garças, na região Araguaia. “Estou de acordo com a abertura desse curso, já que Centro Universitário do Vale do Araguaia – UNIVAR, tem nota 05 na avaliação do MEC e já possui hospital conveniado com a prefeitura. Vamos dar andamento às tratativas”, adiantou o gestor do MEC. Essas são, segundo o ministério, condições fundamentais para a abertura desse tipo de curso no país.

“A gente vai espremer o que der para tentar viabilizar esse projeto que é importante para a região, para a cidade e para o Estado de Mato Grosso. Eu sei da importância, é difícil, mas vamos conseguir”, completou Weintraub. O curso, segundo Wellington, beneficiará um grande número de pessoas, inclusive em outros Estados, como Goiás e Tocantins. O prefeito de Barra do Garças, Roberto de Farias, destacou que o município é catalizador de toda a região no tocante ao atendimento médico.

Marcelo Soler, reitor do Univar, assegura que o centro universitário já está preparado para oferecer ao menos 100 vagas anuais para estudantes de toda a região Araguaia. “Contamos com uma estrutura de excelência, e a notícia é extremamente satisfatória para nós do Univar e, claro, à toda população de Barra e região”.

Da Assessoria