A BR-163 ainda gera alguns transtornos aos moradores de Rondonópolis, na travessia urbana do município. Apesar de já ter sido concessionada para obras de duplicação em diversos trechos, e já contar com a realização destes serviços, o fluxo intenso de carretas impossibilita o acesso da população de um lado a outro da rodovia, o que causa não só problemas de locomoção, mas também de segurança.

 

Para resolver a situação, o senador Wellington Fagundes (PR-MT) conduziu à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), nesta terça-feira, 4, uma comitiva composta pelo prefeito Percival Muniz e vereadores. O grupo pediu ao diretor geral da agência, Jorge Bastos, que novas obras sejam incluídas no pacote de serviços da concessionária da BR-163.

 

“Nós trabalhamos para que Rondonópolis tenha um anel viário, e esse projeto já está sendo feito e deve ser concluído em cinco anos. Enquanto isso, todo o trânsito passa pela travessia urbana do município. Logo, viemos aqui com o objetivo de aproveitar o momento em que a concessionária chega com seus serviços à cidade, para que toda a travessia urbana passe a ser de responsabilidade desta, do trecho do Trevão até a Polícia Rodoviária Federal”, afirma.

 

O prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz, afirmou que atualmente a população corre riscos para ir de um lado a outro da cidade, cruzando a pista. Wellington Fagundes endossou o argumento do prefeito, ao afirmar que a comitiva tem buscado o  crescimento e desenvolvimento do município. “A rodovia é primordial para o desenvolvimento da região, mas temos de evitar principalmente os acidentes. Essas obras de alças, viadutos e de passagens de nível serão fundamentais”, garantiu o senador.

 

Percival acredita que a intercessão do senador junto à diretoria da ANTT tem sido fundamental para resolver dificuldades que, segundo ele, tem um grande impacto na vida das pessoas. “Viemos em uma caravana grande, com diversos vereadores – inclusive o presidente da Câmara Municipal – para dizer que esse é o momento. Nós estamos percebendo as melhorias da concessão da BR-163 e, daqui a pouco, da BR-364, e queremos agora resolver esses problemas que não são bem da rodovia, mas do acesso urbano do município”, assegurou.

 

Para Wellington, o diálogo entre o Senado e o poder Executivo municipal é fundamental para que as obras de acesso das pistas sejam asseguradas com agilidade. “Acredito que evoluímos bastante sobre o tema. É muito importante a presença do prefeito Percival e os vereadores exatamente para que, neste momento, as obras saiam a contento da cidade. A prefeitura tem autonomia para fazer com que os órgãos competentes atendam as necessidades do município”, conta.

 

O diretor-geral da Agência, Jorge Bastos, garante que o pedido do republicano e da comitiva rondonopolitana possui total fundamento para ser atendido. “Nós vamos estudar tecnicamente onde é melhor realizar as obras e tentar o mais rápido possível atender a demanda da prefeitura”, afirma.

 

Bastos reafirmou o compromisso prioritário da nova diretoria da ANTT, empossada nesta terça, com o Programa de Investimento em Logística (PIL) do Governo Federal. Segundo ele, o PIL é fundamental para melhorar a logística brasileira, principalmente no escoamento de toda a safra do país. “De produtos que vêm do Sul para o Centro-Oeste e do Centro-Oeste para o Sul. Esse programa dará uma agilidade muito maior, segurança e uma condição muito melhor nas rodovias brasileiras”, concluiu.