IMG_3854O senador Wellington Fagundes, de Mato Grosso, foi indicado para a liderança da bancada do Partido da República no Senado Federal. O comunicado, assinado pelos senadores Magno Malta, do Espírito Santo, e Vicentinho Alves, do Tocantins, além do próprio Wellington, foi anunciado em plenário nesta quinta-feira, 19,  pelo  presidente do Senado, Renan Calheiros. A liderança do PR estava a cargo do senador Blairo Maggi, também de Mato Grosso, que se transferiu para o PMDB.

“Fico honrado com a indicação da bancada porque é, acima de tudo,  uma demonstração de confiança em nosso trabalho. E meu objetivo será traduzir, na atuação parlamentar, os ideais do partido, fundamentados na busca de caminhos que possam levar o Brasil a se consolidar como uma potência econômica mundial, sem abandonar jamais os aspectos do avanço social” – disse.
Atual vice-líder do Governo no Senado, Wellington foi eleito senador no ano passado, mas tem amplo histórico no Legislativo. Antes, cumpriu seis mandatos consecutivos como deputado federal. Na Câmara, ele foi vice-líder do bloco PSDB/PTB em 2001. Em 2004 foi também vice-líder, agora do bloco PL/PSL. Em 2012 foi vice-líder do bloco PR/PTdoB/PRP/PHS/PTC/PSL/PRTB.
Wellington é também presidente da Comissão Senado do Futuro e membro titular nas comissões: de Serviços e Infraestrutura; de Agricultura e Reforma Agrária; de Desenvolvimento Regional; e de Assuntos Econômicos. Ele ainda tem participação efetiva como suplente na Comissão de Relações Exteriores. O republicano exerce ainda o cargo de presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog).
Em pronunciamento nesta semana, Wellington desejou ao senador Blairo Maggi  “bons êxitos” em seu novo partido, o PMDB, e fez questão de destacar que a mudança de sigla do ex-governador mato-grossense não altera  o relacionamento,  a postura de unidade e o compromisso que firmaram  em defesa dos interesses do Brasil.

Desde 2009 Wellington Fagundes ocupa a presidência regional do PR em Mato Grosso.


Da Assessoria